2008 – Dom da Palavra em Timburi – SP

Indo mais longe

Instituto Ruth SallesNo segundo semestre de 2008 iniciamos a implantação do projeto Dom da Palavra no Município de Timburi, interior do Estado de São Paulo, a 367 km da capital, com o patrocínio da Associação Mahle.

Trata-se de uma pequena cidade, com cerca de 2.600 habitantes, muito simpática e acolhedora. Seu nome é originário de uma árvore da região, que você vê na foto ao lado. Embora pequena, trata-se de uma cidade muito antiga, conforme testemunha sua igreja matriz, construída entre 1917 e 1929. É uma das únicas igrejas de pedra construídas no Brasil.

O município tem uma creche, uma escola de ensino infantil e uma de ensino fundamental de 1º ciclo. Todos os professores, diretores e coordenadores pedagógicos participaram do projeto, sendo um grupos com 20 professores do ensino infantil e outro com 14 professores do ensino fundamental. No grupo do infantil também participaram 3 professoras do município de Fartura. As aulas foram ministradas nos dias 13/09, 18/10, 29/11 e 13/12, 8 horas em cada dia. Atuaram como capacitadoras 4 professoras docentes da Escola Aitiara, de Botucatu:

igreja de Timburi

Ensino infantil:
Marisa Cristina dos Santos
Sandra Schorn

Ensino fundamental:
Gisela Borkowske
Valquíria Cassimiro Silva

Assista este vídeo com registros do projeto em Timburi

 

Depoimentos

“O curso foi além do que eu esperava, pois despertou em mim dons que eu nem conhecia. Pude aplicar com minha classe o cumprimentar cada aluno na porta, as músicas, com gestos e cânone, os poemas, os movimentos, dramatização de histórias e explorei a data do aniversário de Timburi. Foi tudo muito bom e desejo aprofundar continuando o curso.”
Maria do Carmo R G Zanforlin Minozi
EMEF Gilda Z Thosi

 

“O curso foi além das expectativas, porque num primeiro momento esperávamos um curso tradicional, com muito blá-blá-blá, mas o mesmo foi dinâmico, e partiu direto para a prática. Pude extrair muitas coisas para usar no meu dia-a-dia, como os jogos de bola para a matemática, as dinâmicas no início das aulas para tranquilizar as crianças, músicas, poemas etc.”
Rosa Aparecida Barbosa Martins
EMEF Gilda Z Thosi

 

“Aprendi muito. Como não conhecia, pensei que seria um curso teórico e maçante, e foi totalmente o contrário, pois este é um curso dinâmico e muito atrativo. Pude aprender as histórias, as músicas e o jeito próprio de encantar as crianças. Foi tudo muito bom, gostaria de continuar com o curso, pois este ampliou muito o conhecimento na área infantil.”
Angela Maria Moretão.
EMEF Gilda Z Thosi

 

“Nós professores pudemos contar com sugestões criativas para aplicar na sala de aula com os alunos, e que enriquecem o dia-a-dia. Passamos para sala de aula sugestões de arte, musicalidade, atividades vivenciadas, como as brincadeiras com intuito de aprendizagem, que nós fizemos com o grupo de professores.”
Giani Bertusso Louzano Garcia
EMEF Gilda Z Thosi

 

“O curso foi muito diferente dos outros que participei, com atividades práticas, objetivas e concretas. Praticamente tudo posso aplicar para trabalhar as atitudes das crianças e enfrentar os desafios do dia-a-dia, como agressividade e indisciplina, como as cantigas de roda e historinhas.”
Mafalda A Barros Gil Duarte
Ensino Infantil

 

“O curso superou minhas expectativas, pois todos os cursos em que participei foram cansativos, não prenderam minha atenção e ficaram gravados apenas nas apostilas. Foi de grande importância a intenção de resgatar brincadeiras e músicas de nossa infância, …fala e escutar histórias, pois dessa forma a criança aprende naturalmente conteúdos relevantes para que ela construa o conhecimento. Através da dinâmica dos módulos o curso transcorreu de forma interessante, pois dessa forma gravamos o que aprendemos.”
Maridalva Luiz
Ensino Infantil

 

“Tínhamos uma ideia de educação mais voltada para a aprendizagem com apostilas, e com o curso aprendemos que com danças, músicas e dinâmicas a aprendizagem se torna  mais interessante aos olhos da criança. Isso tudo faz com que elas entrem mais em contato e interajam umas com as outras. Em particular o que eu mais gostei foram as músicas e acho que as crianças aprendem muito com elas.”
Eliete Regina Almeida
Ensino Infantil

 

***