A casa feita a sopapo

poema de Ruth Salles – com música

Desenho de lousa da professora Beatriz Retz, da Escola Waldorf Aitiara, Botucatu SP.

A CASA FEITA A SOPAPO

– Como é a casa de taipa?
Quero que você me explique.
– Casa feita a sopapo,
é a casa de pau-a-pique.

– A parede entrelaçada
como é que é?
– Uma ripa vai deitada,
outra vai em pé.

Entre as ripas amarrado
há bambu também.
Amarrado com embira
é que fica bem.

E nos cantos é estaca
o que vou fincar.
Onde há porta e janela
ela também há.

Cada estaca, cada ripa
finque bem no chão.
– Preparei o engradado!
– Pois prepare a mão!

O barro já foi amassado
com o estrume do gado?
– Já!
– Eu fico detrás do engradado.
Fique você do outro lado.
Lá!

Jogue barro neste barro
que lhe vou jogar!
Jogo barro no seu barro
que vem vindo lá.

Gruda um barro n’outro barro
e firmando vão.
Sopapeie a toda a volta,
use bem a mão!

– Não é parede de pedra,
mas parece bem que é!
– Sobre as quatro estenda as vigas
e o telhado de sapé!

 

 

 

 

***