A cigarra e a formiga

Fábula de Esopo

Uma formiga, no inverno, punha ao sol todo o trigo que havia apanhado durante o verão. Uma cigarra esfomeada vendo essas provisões, aproximou-se e pediu-lhe que lhe desse um pouco do trigo; ao que a formiga respondeu

– “Minha amiga, que fizeste no verão enquanto eu trabalhava?”

– “Andava cantando pelos bosques”, respondeu a cigarra, “por isso não tinha tempo de arranjar provisões.”

– “Pois se cantavas no verão, dança agora no inverno.”

E recolhendo outra vez o trigo riu-se da ociosidade e da imprevidência da formiga.

***