Adjetivos

Alegre chegada!

poema de Ruth Salles

Desenho de lousa da professora Andreia, da Escola Waldorf Veredas.

A nau tão possante,
de velas branquinhas,
vem lá no alto mar.
Em clara baía,
num porto seguro,
tranquila vem dar.

Pesada é a âncora,
e ao fundo sombrio
da onda azulada,
já rápida desce,
na areia está presa,
e a nau, ancorada.

Os homens valentes
vêm vindo, contentes,
de plagas distantes.
E os índios morenos
recebem, corteses,
os bons navegantes.

“Que branca é a praia,
que verde é a mata,
que azul é o céu!”
E o homem audaz,
louvando o bom Deus,
tirou seu chapéu.

 

 

***