O Cavalinho

poema de Hedwig Diestel
traduzido e recriado por Ruth Salles

desenho de lousa de Patrícia Rosiane

Lá vai galopando
meu bom cavalinho,
florestas cruzando,
campinas, caminhos.
Cavalo tão belo
me leva ao castelo.

Mas, dentro da noite,
vai bem de mansinho,
vai bem silencioso
meu bom cavalinho,
com cascos de prata
brilhando na mata.

 

 

****