O corvo e a raposa

Fábula de Esopo

Certo corvo roubou um queijo e levou-o para cima de uma árvore. Uma raposa, que viu isso, começou a elogiá-lo com a intenção de lhe tirar o queijo. e dizia-lhe assim:

– “Certamente, formosa ave, não existe entre todos os pássaros quem tenha o esplendor das tuas penas, a tua elegância e beleza. Se a tua voz for tão bela como é o teu corpo, não há quem te iguale.”

O corvo envaideceu-se com este elogio e, querendo mostrar à raposa a harmonia da sua voz, começou a grasnar, caiu-lhe do bico o queijo, que logo a raposa apanhou.

***