O vagalume

Peça de Natal

de Ruth Salles

Esta peça de Natal é baseada numa lenda de Jakob Streit, encontrada na página 15 do livro
A Luz do Sol. Ela conta a história do besouro escuro que se tornou luminoso transformando-se em vaga-lume, para poder avisar aos outros animais o nascimento de Jesus. A peça termina com todos cantando a canção “Jesus Nasceu”, porque incluí nela vários animaizinhos nossos, como o bacurau, o pica-pau, o tatu etc.

PERSONAGENS: Coro, José e Maria, o boi e o burro; anjos, pastores; o besouro (vaga-lume), a corça, o coelho, o caracol, o ouriço, arbustos, passarinhos, estrelas cadentes.

(O coro fala o tempo todo junto com os outros participantes da cena, ou conforme o critério do professor.)

Entram todos; os anjos à frente, cada um com uma vareta tendo na ponta uma estrela.

As estrelinhas cadentes também ficam quietinhas de um lado.

Os pastores deitam-se a um canto; José e Maria, o boi e o burro ficam diante da manjedoura; os arbustos, de um lado e de outro, escondem a corça, o coelho, o caracol, o ouriço, os passarinhos.

Abaixado junto à manjedoura, está um besouro com rodinhas prateadas nas costas e capinha marrom por cima, que será tirada quando ele se transformar em vaga-lume.

Cada animalzinho pode ter na cabeça algo que o simbolize.

CORO E ANJOS:
– Somos os anjos do Natal,
e trazemos com nossa luz
a mensagem celestial:
Nasceu Jesus!
Nasceu Jesus!
Na manjedoura ele está deitado,
com Maria e José de cada lado.
E o boi e o burro bafejam baixinho
para aquecer o Menininho.

(Neste ponto os anjos se dirigem para onde
estão os pastores dormindo.)

Como dormem os pastores!
Mas, com esta estrela de luz,
eles devem acordar.
– Nasceu Jesus!
Nasceu Jesus!
Venham todos a Belém
para ver Jesus também!
Foi num estábulo pobrezinho
que nasceu o Menininho.

PASTORES (acordando, espantados):
– Nasceu Jesus?!
(Os pastores se levantam e se dirigem até o
presépio, seguindo os anjos.)

ANJOS (descobrem o besourinho junto à
manjedoura):
– Que será isto?!
Que faz você, besouro escuro,
rastejando a noite toda
por entre os talinhos duros
da palha da manjedoura?

Vá correndo! Suba a serra!
Conte a todos os bichinhos
das matas e da campina
que desceu do céu à terra
uma Criança divina!

BESOURO:
– Se nenhuma luz eu tenho,
nesta noite tão fechada
ninguém pode me enxergar.
E, se sou pequeno e feio,
na notícia abençoada
ninguém vai acreditar.

ANJOS (tocam nele com a estrela; some a
capinha marrom e aparece a outra com
rodelinhas prateadas.)
– Com estas lindas centelhas
de luzes que vão piscando,
atravesse a terra inteira
vagando e alumiando.
Você virou vaga-lume
e vai voar pelo mundo
a verdade iluminando.

VAGA-LUME (vai descobrindo os animais e
exclamando em seguida):
– Nos arbustos do matinho
eu vejo a corça galhada.
– Uma Criança divina
do céu nos foi enviada!

CORÇA:
– Que linda luz!

TODOS:
– Nasceu Jesus!

VAGA-LUME:
– Saiu do mato um coelho
pulando com muita graça.
Vou piscar minha centelha
e dizer o que se passa.

COELHO:
– Que linda luz!

TODOS:
– Nasceu Jesus!

VAGA-LUME:
– Vejo ali o caracol
e o ouriço espinhudo.
– Antes do nascer do sol,
venham cá saber de tudo!

CARACOL E OURIÇO:
– Que linda luz!

TODOS:
– Nasceu Jesus!

VAGA-LUME:
– Nos ninhos aconchegados,
dormem tantos passarinhos…
– Ouçam, ouçam meu chamado!
Cantem, cantem em louvor!
Pois nasceu um Menininho
que do céu nos foi mandado
para nos dar seu amor.

PASSARINHOS:
– Que linda luz!

TODOS:
– Nasceu Jesus!

VAGA-LUME:
– E os peixes, quem vai chamar?
Pois eu não posso nadar.

ANJOS (as estrelas cadentes passam correndo
e somem do outro lado):
– Olhe as estrelas cadentes
como chovem dentro d’água!
Lá no fundo, resplendentes,
vão dizer o que se passa.
E as escamas dos peixes
agora terão mais brilho
e mais colorida graça
porque Deus mandou Seu Filho.

TODOS:
– Que linda luz!
Nasceu Jesus!

(Todos em seguida cantam, ou então a peça
termina aí.)

TODOS (cantam):
“Descem anjos lá do céu
e anunciam desde já:
– Em Belém Jesus nasceu!
No presépio Ele está.

Os pastores, bem juntinhos,
dormem, dormem muito bem.
– Oh, acordem, pastorinhos,
vamos todos a Belém!

Vêm do mato o bacurau
e o ouriço espinhudo,
o tatu e o pica-pau
a querer saber de tudo.

Vêm em bando, vêm zumbindo
abelhinhas e besouros
para ver Jesus Menino,
pois não há maior tesouro.

Revoando, os passarinhos
vêm cantando em seu louvor,
pois nasceu o Menininho
que nos traz seu grande amor.

Os peixinhos têm mais brilho,
as estrelas têm mais luz.
É que Deus mandou seu Filho
é que Deus mandou Jesus!”

 

Fim