O velho cão de caça

Fábula de Esopo

Um velho cão de caça, que trabalhara muito durante longos anos, estava doente e cansado.

Por ocasião de uma batida de caça aos veados, foi ele o primeiro a alcançar um deles. Agarrou-o por uma das patas, mas os dentes não tiveram força para o segurar bem, e o veado conseguiu fugir.

Desesperado, o dono começou a bater-lhe com o chicote. O pobre cão disse-lhe tristemente:

– “Senhor, não bata em seu antigo servo; eu de boa vontade o serviria como dantes, mas faltam-me as forças. Se não sou agora de grande utilidade, lembre-se dos serviços que outrora lhe prestei.”

***