Propósito

poema de Ruth Salles

Eu irei pela terra esplendente
a cumprir com a humilde ou grandiosa
tarefa de cada momento,
a contemplar tanta gente,
a aceitar meu irmão, caminhar a seu lado,
pela terra esplendente.

De rosto aberto,
de peito erguido,
bem aguçado
cada sentido,
tecer com calma
meu pensamento
– palavra justa,
olhar atento.

Com passo firme,
pisar no chão
e, com amor
no coração,
abrir os braços
em união
com toda a terra,
com cada irmão.

 

 

***