Tag: Ruth Salles

Teatro para jovens de 12 a 13 anos – orientações pedagógicas

O jovem entre os 12 e 13 anos

Por Cristina Maria Brigagão Abalos, Dora Regina Zorzetto Garcia e Vilma Lúcia Furtado Paschoa.

Por volta dos 12 anos de idade, o jovem entra num período de profundas transformações, tanto no nível físico, quanto emocional e intelectual. No nível físico, a pré-puberdade tem início, caracterizando-se pela gradativa perda da harmonia corporal; os movimentos começam a se tornar angulosos e estabanados, os membros alongam-se e, ao mesmo tempo, uma grande energia e vitalidade manifestam-se, especialmente nos meninos, que precisam se livrar do excesso de forças, seja em esportes mais dinâmicos, seja em confrontos corporais entre eles ou com meninos mais velhos. A diferença entre meninos e meninas cresce cada vez mais. O comportamento das meninas oscila principalmente devido a vivências sentimentais e emocionais.

Continuar lendo “Teatro para jovens de 12 a 13 anos – orientações pedagógicas”

Einstein os Hindus e Eu

por Ruth Salles

Parece-me que a maioria das pessoas imagina Deus como uma espécie de um ser diferente, mas como se fosse meio humano. Quando muito jovem, veio-me a ideia de Deus como algo esférico, porque a esfera é a forma mais perfeita que existe. Então contemplei estática essa ideia e me pareceu que a esfera era um ponto, um foco de luz no centro do espaço, e que, por vontade de se expandir (e expandir-se é amar) emitiu o universo, que ficou como que na periferia de uma grande esfera, como imagem refletida desse foco de luz, dessa Força Primordial. Pois não é que, anos depois, ao ler um livrinho para leigos chamado “O Universo e o Doutor Einstein”, encontrei lá essa ideia de universo como que na periferia de uma espécie de esfera, e que esse universo está em expansão e que depois haverá uma retração. Lendo então sobre os hindus, aprendi que, no deus Brahma, o universo é sua respiração. Ele o expira depois o inspira, havendo então uma parada chamada pralaya. Achei estranha essa semelhança entre os hindus e Einstein. Gostei tanto dessa ideia que me senti como um pontinho refletido da expansão da Força primordial, sendo o universo como que um espelho dessa Força. Há anos, contando isso a alguns netos, uma neta de 14 anos disse: “Vó, gostei da sua ideia de Deus redondinho.”

 

Modo de educar filhos

por Ruth Salles

Meu marido um dia comentou que eu tinha um modo engraçado de educar os filhos, um modo meio diferente.

Mas é porque um filho é diferente do outro. Dependendo de qual fizesse uma travessura, com um eu conversava calmamente, outro levava uma bronca séria, mas sem gritos, outro eu pegava pela mão e dizia: “Vamos ficar um pouco nós dois sentados no sofá para descansar.”

Uma noite, na hora de ir dormir, um, ainda pequeno, se rebelou e se jogou no chão esperneando. Fiquei tranquilamente sentada no sofá, observando-o quieta, até que ele ficou cansado de espernear, olhou para mim… e foi dormir.

Continuar lendo “Modo de educar filhos”

Teatro para crianças de 11 anos – orientações pedagógicas

A criança de 11 anos

Por Cristina Maria Brigagão Abalos, Dora Regina Zorzetto Garcia e Vilma Lúcia Furtado Paschoa.

A relação da criança de 11 anos com a Natureza é intensificada pela apresentação do mundo das plantas. A partir da observação, o educador pode levá-la a refletir sobre esse universo silencioso que vai além do visível, além da matéria, com suas leis de desenvolvimento, formas geométricas e metamorfoses. Partindo da relação da paisagem vegetal com seu meio ambiente, surge, por exemplo, a percepção da diversidade regional do Brasil. Através desta abordagem, tem-se o caminho para investigar as diferenças naturais e socioculturais.

Continuar lendo “Teatro para crianças de 11 anos – orientações pedagógicas”

Teatro para crianças de 8 anos – orientações pedagógicas

A criança de 8 anos

Por Cristina Maria Brigagão Abalos, Dora Regina Zorzetto Garcia e Vilma Lúcia Furtado Paschoa.

A perda das características da primeira infância não é brusca. Ao se observar uma criança de 8 anos podem-se notar algumas mudanças: torna-se mais esguia e movimenta-se com maior flexibilidade. As transformações ocorrem paulatinamente durante os três primeiros anos escolares do Ensino Fundamental. Estes formam um período que, do ponto de vista psicológico, pode ser considerado uma unidade. Continuar lendo “Teatro para crianças de 8 anos – orientações pedagógicas”

Teatro para crianças de 10 anos – orientações pedagógicas

A criança de 10 anos

Por Cristina Maria Brigagão Abalos, Dora Regina Zorzetto Garcia e Vilma Lúcia Furtado Paschoa.

Aos 10 anos, quase todas as crianças já passaram pela fase de estranhamento frente ao mundo, decorrente do desaparecimento do sentimento de unidade e integração com a natureza e o ambiente, o que prevalecia até por volta dos 9 anos; vislumbram agora a própria individualidade e começam a desenvolver uma fase mais harmoniosa, que deverá durar até aproximadamente os 12 anos. Estas crianças querem estar aqui e agora; muito saudáveis e ativas, sentem grande entusiasmo e curiosidade por tudo que lhes é apresentado.

Continuar lendo “Teatro para crianças de 10 anos – orientações pedagógicas”

Teatro para crianças de 6 a 7 anos – orientações pedagógicas

A criança de 7 anos

Por Cristina Maria Brigagão Abalos, Dora Regina Zorzetto Garcia e Vilma Lúcia Furtado Paschoa.

Em seu faz-de-conta, a criança de 7 anos consegue ser o vento ao se movimentar, crescer como a plantinha, ser o sapo que pula ou o pássaro que voa. Nesta idade, a criança ainda se sente una com o mundo ao seu redor e, em especial, integrada na Natureza. Assim, falar sobre plantas e animais é como que falar sobre ela mesma. Ela ainda não desenvolveu a percepção de ser um indivíduo, de sentir e agir diferenciadamente daquilo que a cerca.

Continuar lendo “Teatro para crianças de 6 a 7 anos – orientações pedagógicas”

Teatro para crianças de 9 anos – orientações pedagógicas

A criança de 9 anos

Por Cristina Maria Brigagão Abalos, Dora Regina Zorzetto Garcia e Vilma Lúcia Furtado Paschoa.

Aos 9 anos, a criança, anteriormente identificada com o mundo ao redor, agora passa por um momento muito especial, afastando-se cada vez mais da fantasia e do sentimento de unidade e integração com a natureza e com seu ambiente. A criança sente-se só pela primeira vez, sente-se como indivíduo, separada, criando um espaço interno. Continuar lendo “Teatro para crianças de 9 anos – orientações pedagógicas”